Translate

segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Simbolos da Raia III: "Covinhas" e a Cruz de Santo André

As "covinhas" aparecem em vários tipos de afloramentos rochosos, quase sempre na horizontal, são quase sempre de pequenas dimensões e surgem em conjuntos que podem ser de algumas dezenas.
As "covinhas" surgem muitas vezes perto ou em monumentos megaliticos destruidos, menires tombados ou antas saqueadas. Parecem ter sido feitas depois da cultura do megalitismo.
Estas "covinhas" estão sempre em locais estratégicos, pontos de encontro ou passagem.
Temos encontrado vários tabuleiros de jogo nestas "covinhas", mancalas e alquerques principalmente, jogos importados da Ásia.
Outra figura que encontramos em muitos conjuntos de "covinhas" é formada por cinco "covinhas" em forma de cruz ou suástica.  Pensamos que esta forma foi transformada pelo cristianismo na Cruz de Santo André ou Cinco Chagas de Cristo que encontramos na Bandeira Portuguesa.

Na Bandeira Portuguesa

Pormenor da Cruz de André num painel de "covinhas" em Mourão.
Este painel faz parte de um afloramento com vários painéis e "covinhas" isoladas descoberto pela nossa equipa em 2015. Aqui também podemos encontrar alguns tabuleiros de jogo.





"Covinhas" do Monte da Mesquita, informação de Manuel Calado


"Covinhas" da Anta da Zambujeiro


  Na Arte Rupestre do Guadiana segundo António Baptista e André Santos



Na Fraga das Passadas